Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Não brinque...


Não brinque com a minha alma...
Ela é tão doce e cheia de vida
Que pode viciá-lo em felicidade!

- Lígia Guerra -

Um comentário:

Francisco Elui disse...

Meu vício está aqui, quantas vezes fugi.
Fui, andei, cansei, não voltei
Amores distribuí, plantei em todos os abraços. E na vida aprendi, que no palco é o melhor que faço.E tudo o que consegui, vivo com ele até sem senti.
Ele vibra o meu coração, põe ele até na minha mão. tal como uma brincadeira. Quem quizer uma mudinha, tem ela a qualquer hora.
O doce da vida que tens, já entrou na minha alma.
Quando chego aqui e te encontro, respiro e retomo a calma.

Francisco