Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Globo Comunidade...


Durante essa semana participei das gravações do programa ‘Globo Comunidade’ com a jornalista Adriana Milczevsky. Eu tive uma quarta-feira maravilhosa na companhia da equipe da New Holland! Fiquei encantada com a forma que todos nos receberam, pelo profissionalismo do grupo e, principalmente, pelo clima solidário e amigo que existe na empresa.

Dedico para essa equipe incrível um poema de Fernando Pessoa que muito admiro:

Para ser grande, sê inteiro:
Nada teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Põe quanto és no mínimo que fazes.
Assim como em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.

Encontrei isso entre vocês, 
dedicação e amor em cada detalhe.
Um grande abraço a todos!

Lígia Guerra

2 comentários:

Francisco Elui disse...

Na vida mansa, o caminho alcança.
Ao passar por voce na tua caminhada.
Senti algo, que o vento fez na tua trança.
Estava escrito entre os fios de cabelo, sou uma mulher amada.
Inquietude no momento, nada fiz, nem você, percebeu o meu olhar.
Passei por ti e fui embora, pois no momento, era somente o vento, o tocar, pensar, andar enfim.
Lembra? Só sei que olhou pra mim....

Um abraço.

Francisco

Fernando Azevedo disse...

Oi Lígia. muito legal. avise quando vai ao ar. Beijo