Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

sábado, 16 de julho de 2011

Fricote...

Pessoas com vidas interessantes não tem fricote. Elas trocam de cidade. Investem em projetos sem garantia. Interessam-se por gente que é o oposto delas. Pedem demissão sem ter outro emprego em vista. Aceitam um convite para fazerem o que nunca fizeram. Estão dispostas a mudar de cor preferida, de prato predileto. Começam do zero inúmeras vezes. Não se assustam com a passagem do tempo. Sobem no palco, tosam o cabelo, fazem loucuras por amor, compram passagem só de ida...

- Martha Medeiros -

3 comentários:

黄清华 Wong Ching Wah disse...

Passionate ...

* disse...

E como eu queria ser assim! :)

Francisco Elui disse...

Se isso é isso! Sou isso. Sempre fui e sou assim. Certeza absoluta que é a vida que gosta de mim.
Mas sei que sou louco por ela, ela me ensina e me transforma quando preciso.
Traz emoções todo instante, me é reconfortante.
Até no meu escrever é sem ensaio, se levanto e caio, as vezes fico, não complico.