Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Bahia...

Eu descobri, de pertinho, o que a baiana tem...
Doçura nos lábios e encantamento na alma.
Agradeço a 'Gerdau de Salvador'
 e a todas as baianas que
participaram tão afetivamente da minha palestra.

Um grande abraço,
Lígia Guerra

2 comentários:

Francisco Elui disse...

Bom dia!

É isso que me faz voltar sempre à Bahia.
Salvador terra do amor e do encanto.
Tudo o que a Baiana tem, é da alma dela que vem.
Concordo com você, é verdade, sei e garanto.
Quando estou no meio delas, me sinto quase um santo.

Volto para lá o ano que vem.

Abraços.

Francisco.

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Você nunca foi à Bahia: Então vá!!!

É preciso fazer um poema para a Bahia
Mas eu nunca fui à Bahia (Drummond)

Cutro tudo aqui, longamente...

Abraço mineiro,
Pedro Ramúcio.