Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 21 de junho de 2011

Não importa...


Não importa se a estação do ano muda…
Se o século vira, se o milênio é outro.
Se a idade aumenta…
Conserva a vontade de viver,
Não se chega a parte alguma sem ela.

- Fernando Pessoa -


2 comentários:

Senhor Geninho disse...

A força de vontade do ser humano em atingir um objectivo específico é algo que transcende a própria lógica.

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena."

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Lígia do sul,
À sombra das palavras ensolaradas do Pessoa semeadas aqui, sinto uma grande alegria por ter chegado a esta parte da blogosfera cultivada por você...

Abraço mineiro,
Pedro Ramúcio.