Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 24 de abril de 2011

Êxtase em notas...

Eu adoraria ser o teu violão...
Ser tocada pelos teus dedos de ternura...
Seduzir-te em cada nota descoberta...
Embriagar-te na minha melhor música...
Ofertar-te o êxtase do meu amor.

- Lígia Guerra -

2 comentários:

Namastê! disse...

Lindo, lindo! Você transformou em poesia uma carta de amor escrita há anos atrás...parabéns, minha querida poetisa!Ficou perfeito!

Francisco Elui disse...

Amor é o melhor da vida. Alem de ver, tem que ser sentida. E ao entrar nesta casa, toda alma é protegida.
Quando chego aqui, a emoção deita e rola, gostaria nisso tudo, transformar em um quarteto: com + um Piano e uma Viola.
Bjs.
Francisco