Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 30 de março de 2011

Perfume...

Ontem esbarrei no amor... Eu dobrava de forma apressada a esquina da minha casa e não consegui evitar a colisão. Solícito, ele amparou-me em seus braços dizendo: “O seu perfume é maravilhoso! Fragrância de poesia com toques florais de essência de vida, misturados a notas refrescantes de sonhos de criança...”
Naquele instante compreendi que eu não havia esbarrado no amor, eu o havia atraído para mim.

- Lígia Guerra -

Nenhum comentário: