Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

sexta-feira, 25 de março de 2011

Dias Azuis...


Existem dias que simplesmente são
MA-RA-VI-LHO-SOS...
Dias em que percebemos que é
o simples que nos encanta...
O simples é que arranca o nosso melhor sorriso...
Dias que fazem desabrochar o nosso melhor Eu...
Dias em que voltamos a ser crianças...
Dias que tem gosto de chocolate e cheiro de lavanda...
Dias em que a gente se encanta...
Dias que são azuis.

- Lígia Guerra -

3 comentários:

Fernando Azevedo disse...

desabrochar o nosso melhor eu! fantástico!
Voce fez a minha vida preto e branco tornar-se A Z U L.
Obrigado
Bjos

Emilio J. Pazos Brenlla disse...

Temos que vivilos todos así, porque cando nos decatamos,acabanse, pasan moi depresa. Boa entrada

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Amiguinha do Sul,
Gosto do azul como se fosse verde, minha cor preferida...
Gosto muito de vir-me aqui, ver de perto tudo que é maduro...
Gosto de você, capa e contracapa...

Abraço das páginas de Minas,
Pedro Ramúcio.

pêésse: o verificador de palavras pede pra eu digitar "womada", neologismo bilíngue que só Guimarães Rosa e James Joyce juntos poderiam criar.