Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Faço o que quero...


Faço o que quero e como quero. 
Sou espaçosa. 
Para decidir minhas questões, não busco aprovação. 
Sinto a minha pulsação. 
Se o coração acelerou, sim.
Se nada aconteceu pelo viés da emoção, não. 
Simples? Nem um pouco! 
Essa autonomia exige muito trabalho de alma. 

 - Lígia Guerra -


Nenhum comentário: