Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Vivi...


Foi correndo entre versos e dançando entre prosas... 
Que sobre(vivi) às tristezas e cantei as alegrias... 
Que carrego em meu coração. 

- Lígia Guerra -


2 comentários:

Maugham Zaze disse...

oi Ligia... saudades suas... um sei lá o que de identificação no teu texto de hoje... abç

Lígia Guerra disse...

Pois é querido Maugham, a recíproca é mais do que verdadeira. Bons tempos aqueles em que debatíamos assuntos na Gazeta. Que saudade!!!