Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Mas...


Sou mansa. 
Mas as ondas que embalam meus desejos são vorazes. 
Os ventos que sopram em minhas marés 
são imprevisíveis. 
Os uivos da minha alma abafam qualquer tempestade. 

 - Lígia Guerra -

Um comentário: