Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Provérbio...


Uma linha vermelha, invisível, conecta os que estão destinados a se encontrar, apesar do tempo, do lugar, apesar das circunstâncias. O fio pode ser apertado ou emaranhado, mas nunca rompido. 

 - Provérbio Chinês -


Um comentário:

MAURICE MARCEL disse...

CONCORDO, MAS NEM SEMPRE PRECISA SER UMA LINHA VERMELHA