Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Mulheres às Av3ssa na Rede Globo...

Qual de nós não sente que as redes sociais maquiam uma felicidade muitas vezes inexistente? Nelas todos são EXTREMAMENTE felizes, bem sucedidos e exemplos de conduta. Na vida real, porém, vemos pessoas afundadas em contas, perdidas entre carnês e cartões de crédito, buscando ansiosamente aparentar uma realidade que não condiz com a sua. Outros estão infelizes em seus relacionamentos, mas não se preocupam em reconstruir a relação, o que importa é a imagem que “vendem”. Ironicamente alguns possuem uma existência realmente equilibrada e interessante, mas são os eternos insatisfeitos, afinal, também mensuram a sua realização pela regra alheia. Compartilhar algumas fotos da última viagem, da festa do aniversário ou do casamento é algo natural, alegria compartilhada é alegria dobrada. Mas transformar a própria vida em uma novela ou em um apelativo comercial de creme dental, torna a situação patética e denota uma auto-estima muito frágil! Vamos refletir um pouco sobre essas questões? Vamos repensar a felicidade?

- Lígia Guerra -

 

Nenhum comentário: