Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Testemunhas...

Nas paredes da minha angústia escrevi teu nome.
Durmo em uma casa sem teto...
Onde as estrelas são as testemunhas da minha saudade.

- Lígia Guerra -

3 comentários:

Rui disse...

Você como sempre, tão simples e só por isso tão especial - Boa Noite.

Cris Campos disse...

As estrelas do meu céu nem querem mais testemunhar a minha, têm medo de ficarem tristes, como eu.. Gr. Bj. Lígia! Lindo e expressivo, como sempre! Amei D+!

Gabiprog disse...

Cuando el techo lo forman las estrellas y los sueños, la casa puede llamarse hogar.

Un abrazo.