Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Mulheres às Av3ssas na Rede Globo...

Tudo que nós experimentamos pela primeira vez nos traz uma emoção única e indescritível. O mágico do amor, é que ele une dois universos que estão fazendo um rito de passagem, eu e aquele que amo. Ambos estão descobrindo a capacidade de envolvimento e de entrega. Junto com o amor o corpo também desperta de uma forma diferente, dois instrumentos que tocavam as suas próprias músicas passam a compor ritmos cadenciados.

Depois que absorvemos a emoção passamos a contar uma história sobre o acontecimento... Foi assim que tudo aconteceu, tocava tal música naquele dia, ele disse isso, ela respondeu aquilo, o beijo foi...

Inicialmente o amor desperta uma parte encantadora de nós mesmos que não conhecíamos... Uma capacidade de sonhar, uma força interior, uma luz diferente. Justamente devido a isso a dor de não ser correspondido ou a felicidade de reciprocidade é tão grande, porque aquilo que eu projeto fora, ecoa de forma febril dentro de mim!

O tempo, no entanto, vai contar a sua própria história... Se o casal ficará unido ou se a vida se encarregará de conduzir os enamorados para diferentes caminhos. Alguns ficarão aprisionados por um longo tempo ao primeiro amor enquanto outros passarão a ser fascinados por amores impossíveis. Você já pensou no por quê? Porque neles podemos projetar todas as nossas fantasias, todos os nossos desejos de uma vida perfeita? Reflita comigo!

video

Nenhum comentário: