Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Medo da opinião alheia, você já enfrentou isso?



Eu já enfrentei e isso me ajudou a perceber como a vida é uma grande piada! Normalmente aquilo que as pessoas mais criticam é justamente aquilo que elas mais desejam realizar. Eu não me refiro àquelas palavras sábias que os pais, professores ou amigos queridos carregam em seus doces lábios para nos orientar e ajudar como seres humanos. Refiro-me, sim, às críticas superficiais sobre comportamentos, roupas ou o jeito de ser de cada um.

Estamos sempre muito mais preocupados em conquistar o que está fora do que em conquistar a nós mesmos, a nossa própria admiração. Assim, aceitamos muitos ditames de comportamentos, valores e regras sociais. Estamos completamente MERGULHADOS no consumismo e na competitividade exagerada, por acreditar que os termômetros sociais e materiais são ótimos medidores do nosso valor.

O mundo virou um grande supermercado no qual acreditamos que podemos comprar tudo. Aos poucos deprimimos e nos afogamos no mar da falta de sentido da vida. Pulamos na chapa quente da dualidade entre o que mundo diz que devemos fazer e o que realmente desejamos ser. A autenticidade é o nosso bem mais preciso. Ela é que permite a conexão plena com a nossa alma, com a nossa essência.

- Lígia Guerra -

3 comentários:

Cae Fernandes disse...

Oi Lígia! Adorei, até compartilhei.
Bjooos.

Fernando Azevedo disse...

oi...adorei o texto. grande verdade. obrigado por me fazer uma pessoa melhor. bjos

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Boa noite!

Isso não serve para mim. Entrar nessa rota de colisão é o fim.
Que importa se vou a um lugar, onde todos tomam suco de laranja.
Levo 03 limões, um para o meu suco, e os outros dois para o pessoal da cozinha. A diferença é o melhor aprendizado, enfim somos o que somos e não o que fomos. O feliz está dentro de mim. Então tim.. tim..

bjo grande.

Francisco Eluí