Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 7 de junho de 2011

Longe...



Você levou a minha alegria
Roubou a minha energia
Longe de “nós”...
Eu sou um ser comum.

- Lígia Guerra -

Um comentário:

Francisco Elui disse...

Leve tudo, carregue o que puder.
Inclusive o teu ser mulher.
Vá! tua liberdade independe da minnha vontade. Fica aqui minha alegria de todo dia. Ela é a minha melodia.
Para fazer se encantar, a outra que vira, mais dia, menos dia.