Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Flores...

Sem o teu perfume perto de mim...
As flores do meu coração murcharam.

- Lígia Guerra -

2 comentários:

Francisco Elui disse...

Murcha não. Tua vida é um jardim.
Você está tão próxima da natureza, que aquela cascata, ao lado: a manterá sempre perto de mim.
Ela mantem o tom musical, que te faz sonhar, e dizer, estou aqui tão perto. Vamos recomeçar.

Patricia disse...

Lígia, suas palavras, poesias, blog é lindo. Preciso do que me faz bem ler, para respirar "um pouquinho", você é bastante criativa, posta textos e frases muitop bonitos.
Obrigada pelo carinho. Que Deus te abençoe sempre.
Beijos às avessas também.