Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 24 de maio de 2011

Criança...

Quero tornar-me aquilo que sou:
Uma criança feita de luz.


- Katherine Mansfield -

Um comentário:

Patricia disse...

Ontem ainda disse à balconista da farmácia ao ver uma criança alegre, correndo e falando alto, mas depois sendo contida pela mãe:
"Crianças são tão espontâneas...depois crescemos e nos tgornamos todos adultos chatos." Ela sorriu e concordou.
Patricia
foto da minha filha linda, no avatar, já não mais criança, mas também não adulta, adolescente e questionadora)