Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Arranjam...

A gente tem o direito de deixar o barco correr.
As coisas se arranjam...
Não é preciso empurrar com tanta força.

- Clarice Lispector -

Nenhum comentário: